terça-feira, 17 de março de 2009

Fui violentamente abusada...

  • Oi gente eu esou usando o cadastro de uma amiga para um desabafo. Sei que voces só devem estar aqui para ouvir contos que lhes deixem ocm tesao mas quando aconteceu o que vou contar todos que se diziam meus amigos me deixaram na mao e a minha familia nao compriende a minha situaçao e ate hoje acham que tudo isso foi culpa minha e quando aconteceu eu tinha 15 anosEu me chamo Valeria (nome ficticio) sou uma garota de 17 anos alta seios grandes e bumbum empinadinho e ate bem grandinho coxas grossas e torneadas pele branca como leite cabelos castanhos meus seios sao durinhos com bicos rosados minha rachinha e depilada e carnuda, eu tenho cabelos castanhos claros cortados em V ate o meio das costasEra um dia quente quase de noite e eu estava com uma sainha curtinha jeans e uma blusinha colada (eu adoro roupas curtas e coladas) esperando o o onibus centada quando chega um cara (com a barba mal feita e mal vestido parecendo estar drogado ou bebado) encostou uma arma na minha cintura e disse pra eu acompanhar ele eu estava tremula e nervosa e disse que eu tinha dinheiro e q ele poderia levar ele me perguntou se eu tinha celular e eu disse que sim ele mandou eu entregar o celular pra ele eu com medo e nervos entreguei nos entramos em um onibus que eu nao consegui ver para onde ia pois ele foi me empurrando pra dentro entramos e centamos em um banco no fundo ele ficava olhando pra mim de cima a baixo principalmente nos meus seios e na minha buceta no começo tudo bem mais logo ele começou a paçar a mao na minha coxa e dizer besteiras.Ja tinha se passado muito tempo e ja estava de noite quando fomos uns dos ultimos a decer e quando decemos por ser a noite eu nao reconhecia nada ele me levou para uma casa velha de madeira podre e muito pequena onde nao tinha muita coisa a nao ser um cochao rasgado uma cadeira quebrada um cachote de madeira e uma garrafa de cachassa pele metade ele me jogou no cochao e me amarrou e pegou a garrafa e começou a beber o cochao no qual eu estava deitada fedia muito a mijo e parecia que tinha ficado um cachorro morto durante dias naquele cochao. ele terminou de beber escarrou no chao tirou o pau pra fora e disse :-chupa, chupa anda vadia.em com nojo me recusei por consequencia ele me deu um soco na boca a qual ficou sangrando eu com as maos amarradas peguei com muito nojo o pau dele que fedia a suor, eu demorei a conseguir enfialo na minha boca por ser muito grande e grosso em uma so estocada ele me fes engasgar com o seu pau e começou a bombar empurrando com as maos a minha cabeça contra o pau dele bonbava cada vez mais e eu so imaginando quando aquilo ira acabar mais so estava no começo passouse uns 10 minutos quando ele num grito ou gemido parou de bonbar e gozou na minha boca eu tentei sair mais ele segurou minha cabeça e gozou em minha boca e disse :-engole se nao eu te quebro na porrada.eu com nauseas engoli tudo ele tirou o pau da minha boca e começou a rir safadamente eu ainda com nojo e nauseas vomitei fora do cochao por isso levei outro soco no rosto o qual ficou um ematoma ele pegou a garrafa de cachaça e bebeu um gole agarroume pela cabeça e me entornou a garrafa eu babava tentando sair quando ele me tirou a garrafa da boca eu ja estava meia alta e ele ainda com o pau de fora me deitou rasgou minha blusa e começou a chupar meus seios eu gritava e chorava disendo que nao queria ele me deu outro soco so que desta vez em um dos meus seios eu ja estava toda dolorida ele continuou me chupando os seios quando foi chupando ate em baixo do meu umbigo me tirou a saia e rasgou a calcinha começou a me chupar a buceta e o meu cuzinho pegou o pau ainda duro e me enfiou de uma so ves eu soltei um grito que foi pago por um soco no estomago ele bombava forte quando percebeu o sangue escorrendo pelo seu pau riu e disse:-nossa que sorte ela e virgeme eu era mesmo ate aquele momento ele bonbava forte e eu me contraindo e chorando quando ele uns 10 minutos depois gozou me encheu toda ele tirou e logo mevirou de costas e me fodeu o cu e como se lhe desse prazer começou a me socar nas costas e a cada grito que eu dava era um soco e as bombadas mais fortes quando gozou e acabou a sua noite de prazer mais quando eu pensei que era o fim de tudo ele acendeu um cigarro e com o esquero começou a esquenda um ferro tipo aqueles ferros de antena de carro no esquero e quando viu que estava quende o bastante começou a passar o ferro em mim eu gritava berrava com aquela agonia e ele continuava me queimando quando parou esquentou o ferro denovo e passou na minha virilha onde ate hoje eu tenho as marcas logo depois disso pegou a garrafa de cachaça e jogou o liquido nas queimadoras o que ardia muito quando acabou o liquido ele jogou a garrafa fora e levantouse e iniciou uma sequencia de chutes no meu estomago e seios quando acabou com tudo isso ele me desamarrou e ja deveria ser meia noite ou mais ele me levou para uma estrada e me jogou la disse-fica esperando ai logo vai passar um carro porque eu ja terminei a minha festinha.falando isso saiu rindo eu consegui parar um carro de uma mulher que me levou para um hospital onde ligou para meus pais eu fiquei gravida deste homem mais tive um aborto instantaneo nos primeiros meses e hoje nao posso mais ter filhos e tenho medo dos homens

2 comentários:

Bruno Laranjeira 21 de outubro de 2010 11:07  

Pois...é preciso ter muito cuidado hj em dia!! Voce deveria ter um spray pimenta na mala no caso de perigo xp

##Verdadeiro## 8 de agosto de 2013 03:29  

È.... mulheres qe gostam muito de roupas curtas, as vezes até para provocar os Homens... Então, as vezes de certo até demais, pq elas sempre acham algum doido ou jheck ou coisa do tipo....
Mas se vc's mulheres respeitassem a si mesmas, se vestiriam com mais dessecia !

Postar um comentário

Esta Página contém posts e comentários.

  

voltar ao topo